Feiras em Blumenau unem tecnologia e educação

Elas ocorrerão de 9 a 11 de agosto, na Vila Germânica

Entre os dias 09 e 11 de agosto, as oportunidades oferecidas por escolas e universidades de Blumenau para aprimorar conhecimentos e ampliar horizontes profissionais, junto com as novidades tecnológicas e de segurança eletrônica, estarão reunidas num mesmo espaço, durante a realização da primeira edição da Feira de Qualificação, Oportunidades Profissionais e Consultoria Empresarial (FEDUCA) e a terceira Feira Brasileira de Equipamentos, Serviços, Softwares, Tecnologias da Informação e Segurança Eletrônica (Infofair). Elas ocorrerão paralelamente, no setor 1 da Vila Germânica.

A Feduca

A Via Ápia Eventos, também responsável pela organização da Fenahabit e da Fabricon, é a empresa organizadora das duas feiras. A Feduca é uma promoção conjunta com o Núcleo de Educação e Desenvolvimento Profissional da Associação Empresarial de Blumenau (ACIB).

O objetivo é apresentar oportunidades profissionais e de consultoria empresarial, reunindo num único espaço escolas de formação em diversas áreas do conhecimento, universidades, entre outros, buscando apresentar as melhores possibilidades de formações, treinamentos, aprendizagem e consultoria do mercado. Ela será bianual, segundo Júlio César de Oliveira, diretor da Via Ápia Eventos.

As empresas que integram o Núcleo irão expor seus serviços. São elas: Senai, Furb, Unicesumar, FAE, Cultura Inglesa, Skill Idiomas, Proway Informática, ICBA e IFSC. “Nosso foco no desenvolvimento regional passa pela qualificação e pela geração de empregos”, aponta Adriano Albano, coordenador do Núcleo de Educação e Desenvolvimento Profissional da ACIB.

Segundo Albano, a Feduca surgiu a partir de uma conversa das instituições de ensino superior e as principais empresas da área de TI da cidade com o ex-prefeito Napoleão Bernardes, no ano passado. Na oportunidade se debateu a necessidade de ampliar a capacitação na área tecnológica.

Infofair

Paralelamente ocorrerá a terceira edição da Feira Brasileira de Equipamentos, Serviços, Softwares, Tecnologias da Informação e Segurança Eletrônica (Infofair). A feira é direcionada ao público que busca aperfeiçoar sistemas já utilizados e analisam as tendências em tecnologia, entretenimento digital, telefonia móvel e ainda aos portadores de necessidades especiais. Serão apresentadas novidades em sistemas, softwares, hardwares, sistemas de segurança, soluções em logística, automação industrial e comercial, tecnologias têxteis, polos de tecnologia, entidades educacionais, cursos de formação profissional. A feira abre espaço para incubadoras e empresas que desenvolvem aplicativos e sistemas para E-Commerce.

Polo Educacional 

O mercado de educação e capacitação profissional está em franca ascensão em Blumenau. Segundo apontamentos da Prefeitura, gera aproximadamente 4 mil empregos, vinculados 1.419 empregadores. Além de uma ampla rede municipal e estadual de ensino, a cidade conta com escolas particulares, escolas de línguas estrangeiras, três escolas técnicas, cinco faculdades e duas universidades.

Polo de TI

Ao lado de Joinville e Florianópolis, Blumenau lidera o setor de Tecnologia da Informação em Santa Catarina. A cidade é a pioneira na história de Informática de SC, caracterizada por sua diversificação, sediando o maior número de empresas de tecnologia, distribuídas por segmentos variados.

No setor de serviços de tecnologia da informação (TI), em 2014, o município contava com 563 empresas e 4.248 empregos. Entre 2009 e 2014 o número de empresas cresceu 2,18% e o de empregos 78,26 %. Do total de empresas de TI estabelecidas em Blumenau, 16 empresas são de médio ou grande porte. As demais, micro e pequenas empresas. Juntas representam 17% do bolo de ISS arrecadado pela Prefeitura de Blumenau. Além das atividades diretamente ligadas a TI, o município possui 28 empresas de Telecomunicações que geram 198 empregos e participam com 4,69% do VAF de Blumenau. A prestação de serviços de Informações reúne outras 120 empresas, gerando 158 empregos no município.

Na capacitação, tem como aliados o Blumenau Pólo de Informática (Blusoft), o Insituto Gene e o Projeto Entra 21. Mesmo assim, a demanda de empregos não vem sendo suprida por conta do aquecimento no setor. Num levantamento recente, nas seis das maiores empresas do ramo, existem 200 vagas de emprego em aberto.

O setor de tecnologia disponibiliza oportunidades que vão do estágio a cargos para analistas, programadores, arquitetos de software, técnicos na área de suporte, consultores e também profissionais de vendas e área comercial. As dificuldades em preencher esse quadro funcional, foi um dos motivadores para os dois setores numa mesma feira.

A importância de fomento ao setor mereceu um tratamento especial por parte do município. Ele foi incluído no Plano Estratégico de Desenvolvimento Econômico Municipal de Blumenau (PEDEM) como um dos cinco eixos estratégicos. O objetivo do plano é identificar e planejar eixos estratégicos que promovam o desenvolvimento econômico sustentável de Blumenau até 2030 e, por consequência, a melhoria da qualidade de vida de sua população.

Nos debates, um dos principais objetivos foi identificar as  prioridades dos principais eixos estratégicos de desenvolvimento do município e traçar um plano para fortalecer estes eixos.

Acesse nossos Canais de Comunicação:

Site: http://www.viaapiaeventos.com.br/feirafenahabit/

Facebook: www.facebook.com/fenahabitfabricon

Twitter/Instagram: @Fenahabit

 

Giovani Vitória | Jornalista/Rotariano | Informe Comunicação | Assessor de Comunicação da Via Ápia Eventos/Infofair e Feduca 2018

 

Bl. 21/06/18.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *